Final de Semana em Monte Verde – MG

Quando a viagem é no final de semana o dia mais esperado é a querida sexta-feira, saímos do trabalho em SP as 18h rumo a Monte Verde e nosso parceiro de trânsito Waze logo nos deu um caminho alternativo porque a Marginal Tietê estava travada como sempre. (Não consigo me imaginar em um mundo sem GPS, vocês conseguem?)

Pelo que me lembro pegamos a Rodovia dos Bandeirantes, depois um pedaço do Rodoanel, chegamos na Anhanguera e ai uma estrada de mão única que não sei o nome, depois a Dom Pedro I e UFA! finalmente Fernão Dias na altura de Atibaia, achei que valeu a pena apesar de ter encarecido um pouco por conta de alguns pedágios a mais, mas pelo menos estávamos andando e não parados no trânsito de sexta da marginal….mas é claro que se você puder e o trânsito permitir é muito melhor ir direto pela Fernão Dias…
Uma vez na Fernão Dias é só sair no km 919 na saída de Camanducaia passando por dentro da Cidade já é possível se guiar pelas placas que indicam Monte Verde e a partir daí só faltam mais 30km…e que 30km, estrada de mão de única, cheia de curvas e pouco iluminada então muita atenção nesse ponto…
Ahhh, essa estrada tem uma série de casas que vendem queijos e doces e pode ser uma boa opção de parada na volta, uma outra dica importante é que existem várias pousadas ao longo dessa estrada e reconheci muitas pelo nome de quando estava pesquisando, então fiquem atentos na hora de reservar apensar da pousada ser em Monte Verde algumas ficam mais distantes então é importante sempre ver certinho a localização da pousada pra não ter surpresas chegando lá…
Chegamos em Monte Verde por volta das 21h30, como a recepção da nossa pousada ficava aberta somente até meia-noite fomos para pousada fazer o check-in (mais informações sobre a pousada em breve) e depois de deixar as coisas no hotel voltamos para o centrinho em busca de algum lugar pra jantar (veja todas as dicas de restaurantes que conhecemos em Monte Verde em breve)…
Tinha feito alguns contatos com agências antes da viagem mas deixei para decidir o que fazer chegando lá então após o jantar paramos em uma dessas barraquinhas que ficam ao longo da avenida principal (Av. Monte Verde) e fechamos um city tour em carro 4×4 privado por R$ 150,00 para as 10h do dia seguinte…(veja contatos ao final do post)…
 
Pontualmente às 10h o Marcos nosso motorista estava a nossa espera na recepção do Hotel para dar início ao city tour…
Monte Verde tem de 6 a 7 mil habitantes e pelo que pudemos perceber a cidade vive basicamente do Turismo são mais de 300 pousadas e restaurantes e lojinhas espalhadas…algumas paradas do city tour:
  • Aeroporto de Monte Verde (antigamente era possível fazer voo panorâmico) mas agora está desativado, veja na imagem abaixo como era o aeroporto de lá (na minha opinião ainda bem que está desativado, rs);
  • Propriedade do Fundador de Monte Verde (Sr. Verner Grinberg), fizemos uma parada para ver a Roda D’agua que fica dentro da propriedade que conta com mais de 30 chalés que hoje são cuidados pela filha do Sr. Verner já falecido em 2006 aos 96 anos;

IMG_1812

  • Parada em uma Cascatinha de Água onde o Marcos nos explicou que as águas que vem das montanhas de Monte Verde são utilizadas para abastecer toda a região;

IMG_1816

  •  Pousada Estalagem Spiller (site), que fica localizada em meio a um bosque de 31.000 m² tem um espaço para caminhada a apreciação da natureza muito charmoso;

IMG_1828

  • Seguimos sentido a Avenida das Montanhas que nos levariam as trilhas de Monte Verde, nesse city tour o guia nos acompanhava até a Trilha da Pedra Redonda, essas trilhas não precisam de acompanhamento de guia mas como a chegada até o local de incio da trilha é toda de estrada de terra bem ruim e na subida, se você não tem um carro alto eu aconselho muito pegar algum passeio de 4×4 pois com certeza vai ser bem mais tranquilo, pois os carros normais sobem (vi vários) mas força bem o carro fora que se o carro for muito baixo pode bater bastante.
    • Trilha da Pedra Redonda: ela tem 880 m de extensão, nível médio, com tempo estimado de 30 minutos, pra todos os públicos e como já mencionei é auto-guiada. Achei a trilha fácil apesar de ser praticamente 100% do tempo subindo, a vista quando chega la vale super a pena.
  • Durante o passeio passamos por mais algumas pousadas diferentes que tem na região como:
    • Hotel Fazendo Cabeça de Boi (site): um ótimo hotel com programação de lazer para crianças;
    • Pousada dos Marchadores (site): que é ótima para quem gosta de cavalo, pois eles tem um aras dentro da pousada;
    • Pousada do Castelo (site): em estilo medieval em formato de castelo;
    • Pousada Vivie (site): onde você pode se hospedar em um chalé em formato de aviãoIMG_1927
  • Paulo das Trutas, um criadouro de Trutas (peixe bem famoso na região de Monte Verde) lá além do criadouro tem um Restaurante, um Alambique que você pode provar as cachaças antes de escolher qual comprar e uma lojinha/café;
  • Fábrica de Chocolate, a última parada do passeio é uma Fábrica de chocolates da região, mas na verdade eu só vi mesmo foi a lojinha de chocolate porque a fábrica mesmo ficou devendo, vale muito a pena comprar as bolinhas de chocolate com amarula são divinas;

Voltamos para o hotel mais ou menos por volta das 13h, pegamos o carro e fomos para o centrinho da cidade para almoçar e ver se conseguíamos fazer a visita a Fábrica de Cerveja Fritz. Chegamos lá e pra nossa sorte tinha um grupo de visita pras 14h e nós decidimos deixar o almoço pra depois.

A visita dura de 30 a 40 minutos e custa R$ 25,00 por pessoa e o pagamento deve ser feito antes e em dinheiro, o que lhe da direito a uma degustação de cerveja e ao final ainda ganha uma garrafa de cerveja como brinde, então vale super a pena.

A visita é guiada pelo próprio fundador da Cervejaria Artesanal Jörg Franz Schwabe que em 1993 iniciou elaborando cervejas para os amigos, mudou-se para Monte Verde em 2009 e hoje conta com mais de 20 restaurantes. Durante a visita ele explica todo processo de fabricação da cerveja, ingredientes e várias curiosidades como a origem do brinde até a melhor forma de armazenar cerveja em casa, eu por exemplo aprendi o porque sempre devemos guardar a cerveja em pé e também que não devemos deixar ela gelada muitos dias e somente colocar de 2 a 3 dias antes de consumir na geladeira. Ao final vem a melhor parte que a degustação de um dos tipos de cerveja produzidor pela Cervejaria Fritz.

Saímos da visita a cervejaria e fomos procurar um lugar para almoçar, no início íamos almoçar na próprio cervejaria mas devido alguns contratempos resolvemos mudar de lugar e fomos para o Café Bistrô (para mais informações vejo em breve no post sobre os restaurantes de Monte Verde) , quando acabamos já eram quase 17h e o tempo estava meio fechado, como o nosso hotel era maravilhoso e cheio de opções bacanas resolvemos voltar para o hotel e aproveitar o resto da tarde lá.

Para encerrar nosso dia em Monte Verde, fomos conhecer um famoso restaurante de Founde da região chamado “Mont Vert – A Casa do Founde” e realmente honra a sua fama, mas eu vou contar um pouco mais sobre a experiência nesse restaurante no próximo post sobre a região.

No domingo depois de aproveitar o café da manhã e a piscina aquecida da pousada nós fomos conhecer um pouco do comércio da região, ele se concentra na Av. Monte Verde que é a avenida principal, essa avenida além de charmosa concentra o maior número de lojas, bares e restaurante.

IMG_2073Em Monte Verde você vai encontrar várias opções de roupas de frio, artesanato e também sabonetes artesanais, mas o que mais se vê mesmo é a variedade de produtos alimentícios, como queijos, vinhos, cervejas artesanais, doces, chocolates e licores.

Pela avenida principal você vai caminhando e várias vilinhas cheio de coisas legais vão surgindo e você se perde no meio de tantas opções legais então foi um ótimo passeio pra encerrar essa visita a Monte Verde, nós adoramos e tenho certeza que você também irá adorar a visita a região, espero que você volte aqui pra me contar como foi a sua experiência…


*** UAI Agência de Passeios Ecoturismo

Av. Monte Verde, 953

Contato (Mastrangelo): (35) 99931-9269


*** Cervejaria Fritz  (site)

Rua Rolinha, 40

Contato: (35) 3438 2414

Nenhum pensamento

Deixe uma resposta