Dia 1 – Chegada no Aeroporto Suvarnabhumi (BKK) e Festival das Lanternas em Chiang Mai

Nós chegamos na Tailândia exatamente no dia do popularmente conhecido pelo brasileiros como Festival das Lanternas. Esse festival acontece em toda a Tailândia mas eu queria participar especialmente em Chiang Mai, então nós chegamos em Bangkok e logo pegamos um voo para Chiang Mai para pegar pelo menos um pouquinho da festa.


[CHEGANDO NO AEROPORTO SUVARNABHUMI (BKK)]

Ao chegar ao Aeroporto é importante seguir os passos que vou passar a seguir, depois de tantas horas de viagem você vai estar cansado e sem raciocinar direito então ter esses passos como lembrete anotados são uma ótima dica:

1. Passar pelo Health Control

Antes de mais nada, depois de sair do avião você deve procurar pelas placas do Health Control, essa deve ser a sua primeira parada (antes mesmo da Imigração), é um guichê fácil de visualizar que fica a esquerda um pouco antes da fila da Imigração. Você provavelmente vai ver um aglomerado de pessoas ali preenchendo os formulários necessários.Neste ponto você deve entregar:

  • Passaporte
  • Certificado Internacional de Vacina contra Febre Amarela
  • Passagem
  • Formulário (abaixo) Preenchido

Não se preocupe eles tem um modelo de preenchimento disponível ali na parede para que você saiba o que tem que colocar em cada campo.

2. Passar pela Imigração

Depois de liberado pelo Health Control, você deve começar as seguir as placas da Imigração e prestar muita atenção pois tem duas filas, uma para população local e uma para estrangeiros.

Me perdoem a foto tremida, mas estávamos correndo e não deu pra voltar e tirar outra, rs….

Dica Importante: Você vai preencher um Cartão de Imigração, guarde ele bem junto ao seu passaporte pois você vai precisar dele muitas vezes para fazer Check in nos hotéis e também será necessário na sua partida de volta ao Brasil!!

3. Pegar as Malas

Depois da imigração ai sim você vai ao momento tenso (“pelo menos pra mim”) que é esperar a mala chegar pelas esteiras….

4. Trocar Dinheiro

Logo no desembarque você já vai começar a ver casas de câmbio pelo caminho, mas não precisa se desesperar pois o primeiro momento em que você vai efetivamente precisar de dinheiro na moeda local é pra comprar o seu chip de internet que vai ser apenas o quinto passo rs….

Então não precisa trocar na primeira casa de câmbio que aparecer, a maioria delas fica no segundo piso, junto as lojas de chip de celular, então você meio que já faz uma coisa na sequência da outra facilmente…

Quando estava pesquisando muitas pessoas indicaram a SuperRich (Verde) dizendo ser a melhor cotação, dizem que ela fica perto da saída que da para o metrô, eu sinceramente estava muito cansada pra sair procurando e como não vi diferenças gritantes de uma pra outra e também tinha pesquisado antes e já sabia mais ou menos que o valor estava OK acabei trocando em qualquer uma realmente, rs…. Trocamos cerca de 600 dólares de primeira, pois como íamos chegar em Chiang Mai em cima da hora do festival não teríamos tempo de procurar uma casa de câmbio fora do aeroporto.

5. Comprar Chip de Internet

No mesmo andar que você faz o câmbio existem várias opções para comprar chip de celular e ai vale pesquisar e escolher o pacote que mais de adequa as suas necessidades…

Nós compramos o da TrueMove e funcionou super ok, compramos um chip cada um de 6GB para 30 dias por 600 Baht, o mais legal é que a internet é Non-Stop então mesmo que você gaste toda a sua internet antes da metade da viagem (meu caso, rs) você continua tendo internet com velocidade reduzida que é bem boa por sinal….

Uma outra opção que vimos foi a AIS dizem que é muito boa também porém achamos mais cara no momento…

Obs: Esses valores são os tarifários de Novembro/2017…

Pronto a partir daí você está “livre”, para escolher seu destino…..nós fomos para o Check-in do próximo vôo, mas se você for ficar em Bangkok uma dica importante é que se você for pegar Táxi ou Transporte Público você deve se dirigir ao Primeiro Andar, já o Uber você chama e aguarda no Segundo Andar (o bacana é que no aplicativo você já consegue selecionar a entrada que você esta para que o Uber te localize mais facilmente)…

Dica: Fique esperto com os o Tailandeses malandros, eles são muito simpáticos e receptivos, porém em todo lugar existe a malandragem. Quando nós retornamos a Bangkok e ficamos aguardando pensando no que fazer ou ir de táxi, ou de Uber um rapaz nos abordou oferecendo ajuda para nos levar até o hotel e ele queria nos cobrar 1000 Baht pelo trajeto que o Uber cobrou 375 Baht……


[LOY KRATHONG OU YEE PENG]

Chegamos em Chiang Mai aos 45 do segundo tempo, rs… Nosso voo pousou no aeroporto de Chiang Mai por volta das 17h00, porém como muitas pessoas estavam indo para Chiang Mai por conta do festival, nós demoramos muito pra conseguir um táxi, entramos em uma fila gigante que estava sendo organizada aos gritos fofos de uma tailandesa muito simpática e apesar do cansaço depois de praticamente 34 horas de voos e aeroportos já começamos ali a sentir o clima simpático e acolhedor dos tailandeses, a cidade estava um caos de trânsito e fomos chegar no hotel somente por volta das 19h00, então se for possível se programe para chegar a cidade pelo menos um dia antes do festival, ou então no período da manhã, assim você vai conseguir fazer tudo com mais tranquilidade, menos trânsito e vai conseguir se programar melhor pra aproveitar o festival.

O que é o Loy Krathong e o Yee Peng?

O Loy Krathong ou Festival das Luzes é um festival celebrado anualmente em toda a Tailândia, Loy (ou loi) significa flutuar e Krathong são “balsas” normalmente em formato de flor de lotus, ornamentadas com velas, flores e incensos e essas balsas são lançadas nos rios durante o festival para trazer boa sorte e uma forma de celebrar e agradecer a deusa das águas. Já o Yee Peng ou Festival das Lanternas acontece exclusivamente em Chiang Mai ao norte da Tailândia no mesmo dia que é celebrado o Loy Krathong, além dos tradicionais Krathongs que são soltos no Ping River milhares de Lanternas são lançadas aos céus com pedidos e desejos enfeitando o céu da cidade de maneira espetacular.

Quando acontece os festivais?

Ambos acontecem anualmente na noite de Lua Cheia do duodécimo mês do calendário lunar tailandês.

É bem misterioso descobrir a data exata do Festival eu achava que seria no dia 04 de novembro pelo que havia pesquisado e ai descobri pouco antes da viagem quando já estava com a passagem comprada que seria no dia 03 de novembro e eu iria chegar bem em cima da hora no dia, então neste ponto a minha dica é comprar a passagem com certa folga antes e depois dos dias que você ouviu dizer que será o festival.

O que fazer durante o festival em Chiang Mai?

Além da dificuldade em descobrir o dia exato é muito complicado entender o que fazer no dia do festival e ai vou te contar um segredo, o festival em si em Chiang Mai dura cerca de 2 a 3 dias então existe uma série de programações na cidade com horários e locais, existe apresentação de dança, concursos, desfiles de rua até com algo parecido com um carro alegórico rs….

Seguem algumas opções para curtir o festival:

  • Festival na Universidade Mae Jo: esse festival é o que gera aquelas fotos maravilhosas com infinitas lanternas sendo soltas aos céus ao mesmo tempo, porém é pago (por volta de 150 dólares para mais) as vagas se esgotam muito rápido e para participar você precisa estar em Chiang Mai por volta das 14h00 do dia do Festival, pois é esse horário que as vans passam para te buscar nos hotéis;
  • Participar do Festival ao lado de fora da Universidade Mae Jo: muitas pessoas vão para região da Universidade e ficam ali do lado de fora e soltam as suas lanternas e conseguem fotos tão boas quanto, pois fica realmente muito próximo; Pelo que pesquisei é bom sair cedo de Chiang Mai em direção a universidade por conta do trânsito e chegar lá por volta das 18h30 / 19h00 que é normalmente o horário que as lanternas começam a ser soltas;
  • Escolher um Restaurante ao longo do Ping River: você pode efetuar reserva em um restaurante próximo a região do Ping River, como o restaurante The River Market, que tinha banda com musica ao vivo e uma localização privilegiada onde permitia soltar as Kratrongs no rio e as lanternas no céu, se eu soubesse antes com certeza tinha feito a minha reserva, pois parecia muito animado;
  • Aproveitar da Rua: se você não conseguir se programar com antecedência, ainda assim vai aproveitar o Festival mais da maneira local, pois as ruas ao redor do Ping River ficam lotadas de tailandeses e turistas soltando as suas lanternas aos céus e vivendo a “muvuca” do festival, fica realmente muito cheio mas você vai conseguir contemplar as lanternas no céu e sentir o clima local do festival;
  • Ver a cerimônia dos monges no Wat Phan Tao: fique ligado na programação local, no seu hotel eles saberão te orientar também, alguns templos tem cerimônias feitas pelos monges que também dizem ser lindíssimas. Elas acontecem por volta das 18h00 e não necessariamente no mesmo dia da universidade;

Minha sugestão para quem for é que vá ao Festival da Universidade Mae Jo, sendo no festival pago ou ao lado de fora em um dia e no dia seguinte procure algum templo para ver a cerimônia dos monges e depois vá para região do Ping River aproveitar o clima local.

Como nós chegamos encima da hora acabamos ficando com a opção de aproveitar na Rua na região do Ping River e foi bem legal, soltamos a nossa lanterna e pudemos sentir o clima do festival.


[GASTOS DO DIA]

Aqui vou resumir por dia pra vocês os gastos gerais que tivemos em 2 pessoas:

  • 2 Chip Celular (TrueMove) 6 Gb – 30 Dias: THB 1200
  • Café da Manhã Aeroporto (dois lanches e dois sucos): THB 590
  • Água: THB 7
  • Almoço Aeroporto (Fried Rice e Cerveja): THB 627
  • Táxi Aeroporto Chiang Mai >> Old City: THB 160
  • Lanterna Festival: THB 25
  • Crepe de Nutella: THB 50

Total em THB: 2.659

Total aproximado em Reias: R$ 265,00


Nenhum pensamento

Deixe uma resposta